Não Me Calo realiza reunião ordinária e cria Clube de Leitura

O Coletivo de Mulheres Não Me Calo realizou, nesta sexta-feira (10/9), reunião ordinária para tratar da organização do coletivo e deliberar sobre as atividades do próximo período. O espaço de formação e luta, também têm se caracterizado pelo perfil de escuta e acolhimento dos desafios enfrentados pelas trabalhadoras do Judiciário nas relações de trabalho e sociais. 

Na reunião desta semana, as integrantes deliberam pela utilização da identidade visual do Março Por Elas como representativa do Coletivo, da mesma forma serão confeccionadas máscaras e uma bandeira com o logo, que será enviada por via postal para todas as mulheres do Judiciário estadual. 

Clube de Leitura

As gurias do Coletivo também encaminharam a formação de um Clube do Livro em que serão escolhidos livros, textos e artigos relacionados ao tema do Não Me Calo e debatidos em encontros. O primeiro livro será “Mulheres que amam demais”, da autora Robin Norwood. O debate sobre o livro será realizado na reunião de novembro. O Coletivo também encaminhou a discussão para as próximas reuniões da criação de uma biblioteca virtual. 

Funcionamento do Coletivo

O coletivo terá coordenação descentralizada, sendo a cada reunião escolhida uma integrante para coordenar o próximo encontro e uma integrante para secretariar, permitindo, desta forma, que todas tenham a oportunidade de conduzir os trabalhos.

As reuniões do Coletivo Não Me Calo são abertas para todas as mulheres (aposentadas e da ativa) do Judiciário gaúcho, e todas as contribuições são importantes para construção da luta sindical das mulheres. As interessadas em participar do grupo de whatsapp podem enviar um email para contato@sindjus.com.br. A próxima reunião está prevista para o dia 8 de outubro.