Sindjus solicita ao TJRS retomada de discussão sobre redução de jornada

A direção do Sindjus articula junto ao TJRS a retomada da discussão sobre a redução da jornada de trabalho dos servidores da Justiça gaúcha, uma das únicas do país com carga de 40 horas semanais. Em ofício protocolado na Presidência do Tribunal nesta terça-feira (29), o sindicato defende a importância de reabrir o debate sobre o assunto, de preferência com a criação de um grupo de trabalho no âmbito do Tribunal. O pleito é uma reivindicação histórica da categoria e já teve tratativas iniciadas em gestões anteriores do Tribunal de Justiça.

No documento, a direção sindical justifica o pedido levando em consideração as transformações nas rotinas de trabalho provocadas pelas progressivas mudanças tecnológicas, a implantação do processo eletrônico e cenários adversos que geram a sobrecarga mental dos trabalhadores (a exemplo da pandemia, que alterou drasticamente a dinâmica laboral).

Ainda, apresentam exemplos e dados que reforçam o impacto positivo da redução nos índices de produtividade, conforme projetos-piloto já desenvolvidos (confira ofício abaixo). O assunto chegou a ser abordado em reuniões com a Corregedora Geral de Justiça e nos encontros com a Comissão do Plano de Carreira, e deverá avançar por meio de foro específico. Conforme aponta o coordenador-geral do Sindjus, Fabiano Zalazar, “a direção sindical entende que o momento é oportuno para recuperarmos a discussão e paralelamente à construção da carreira, consolidar mais esta conquista que trará impacto significativo e ganho em qualidade de vida para os servidores e servidoras do Judiciário gaúcho.”

 

Ofício nº 66 – REDUÇÃO DA JORNADA

Mais informações sobre a decisão do CNJ para dar autonomia aos tribunais sobre horário: https://bit.ly/33fdAr2