Sindjus/RS prepara pesquisa de saúde em parceria com UFSC e sindicatos da Região Sul

O Sindjus/RS está preparando uma pesquisa sobre os impactos psicossociais do trabalho não presencial durante a pandemia nos trabalhadores da Justiça. O estudo será realizado pelo instituto Fazendo Escola nos três estados do Sul do país, em parceria com os sindicatos: Sinjusc (Santa Catarina), Sintrajusc (Trabalhadores da Justiça Federal de SC) e Sindijus/PR (Paraná), com respaldo científico da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), por meio do Núcleo de Estudos de Processos Psicossociais e de Saúde nas Organizações e no Trabalho (NEPPOT).

Para apresentar o tema, o Fazendo Escola promove no dia 14 de outubro uma live de lançamento para dar mais detalhes do estudo, que será dividido em duas partes: a primeira, quantitativa, será realizada por meio de questionário demográfico para a identificação da amostra, bem como de questionários de autorrelato dos construtos investigados, tais como adaptação ao teletrabalho, suporte social, suporte organizacional e saúde mental. A segunda, qualitativa, com a organização de grupos focais com a realização de pesquisas  por meio de interações grupais.

Os professores da UFSC que participam do processo são as doutoras Renata Silva de Carvalho Chinelato e Suzana da Rosa Tolfo e o mestre Renato Tocchetto de Oliveira. Os coordenadores do projeto são pesquisadores da área organizacional e do trabalho, especialmente em saúde do trabalhador. Os professores têm experiência em docência, orientação de bolsistas PIBIC, bem como estagiários de graduação e discentes de pós-graduação, em nível de especialização, mestrado e doutorado, além de experiências prévias nas áreas clínica e projetos sociais.

“Como Sindicato, precisamos entender e conhecer profundamente as transformações no mundo do trabalho e os seus impactos. E o caminho para isso é fazendo formação e pesquisas; exatamente o que propõe o Fazendo Escola. Para buscar melhores condições de trabalho e consequente remuneração, precisamos entender e investigar qual a realidade dos servidores, por isso, a importância dessa pesquisa, que agora ganha relevo nacional com o envolvimento da UFSC”, expõe a diretora do Sinjusc Carolina Costa Rodrigues.

Fique atento ao site e redes do Sindjus/RS para responder a pesquisa. A participação dos trabalhadores e trabalhadoras da Justiça é fundamental para nortear as ações sindicais em defesa dos seus direitos! 

 

O quê? Live de lançamento da pesquisa: “Impactos psicossociais do trabalho não-presencial na saúde mental dos trabalhadores do Poder Judiciário”
Data: 14 de outubro (quinta-feira)
Horário: 18h30
Transmissão: Facebook do Sindjus/RS (fb.com/sindjusrs)