Sindjus participa de mobilização em defesa dos serviços públicos e da vacina

O Sindjus marcou presença nas atividades realizadas nesta quarta-feira (24/3), em Porto Alegre, e que marcaram o Dia Nacional de Luta em Defesa dos Serviços Públicos. Para garantir a segurança e seguir os protocolos sanitários, em razão do gravíssimo momento da pandemia no RS, os diretores do Sindicato colocaram faixas em frente ao Palácio Piratini e à Assembleia Legislativa.

A mobilização tem como objetivo principal alertar a população sobre como a Reforma Administrativa traz prejuízos para sociedade, pois representa  menos saúde, menos educação, menos segurança e dificuldade no acesso à Justiça, e isso no momento crítico em que a população mais precisa dos serviços.

O ato contou com a presença de diversas entidades e sindicatos, e também cobrando uma atitude em relação à vacinação e ao auxílio emergencial. Os sindicalistas também denunciaram a postura negacionista dos governos.

 “O que vivemos é uma postura genocida do presidente e seu desgoverno. Precisamos da vacina para retornarmos às ruas contra esse ‘passa boiada’ que o governo está promovendo”, afirmou o diretor de Comunicação, Emanuel Dall’Bello. Ao fim da manifestação, os sindicalistas prestaram uma homenagem aos profissionais da saúde, que apesar de todo o descaso dos gestores públicos, seguem atuando incansavelmente para salvar vidas.

 

Entre os pontos mais críticos da Reforma Administrativa (PEC 32/2020) estão: o fim da estabilidade do servidor público, que atualmente é a garantia que as funções serão exercidas de forma impessoal, técnica, sem medo de represálias ou influências político-partidárias; a autorização para que o governo possa extinguir cargos e órgãos por mero decreto; e o que retira a exclusividade do Estado como prestador de serviços essenciais, e isso inclui também saúde e educação.