Sindjus e ASJ protocolam ofício requerendo reconsideração sobre planos de compensações

    Dirigentes do Sindjus/RS e ASJ protocolaram nesta segunda-feira ofício ao presidente do TJRS, Carlos Eduardo Zietlow Duro, e à Corregedora-Geral de Justiça do RS, Denise Cezar. No documento (confira íntegra abaixo), as entidades solicitam inclusão de todos os servidores que enviaram planos de trabalho para compensação das horas de paralisação durante a greve na folha suplementar do mês de dezembro, ainda que alguns planos necessitem de retificações.

    Muitos trabalhadores tiveram seus pedidos rejeitados pela Corregedoria e correm o risco de não receber a devolução dos valores. A solicitação dos dirigentes visa garantir o pagamento, com encaminhamento das retificações necessárias.

    “Nosso objetivo é resolver a questão mais urgente, que é o prejuízo financeiro dos trabalhadores diante do não recebimento dos salários. Os ajustes nos planos de trabalho devem ser realizados, mas não podemos aceitar que se agrave ainda mais a condição dos servidores, que já estão de volta ao trabalho com total empenho, aceitaram realizar a compensação das horas e, por tudo isso, merecem ter um final de ano tranquilo”, pontuou o coordenador-geral do Sindjus, Fabiano Zalazar.

     

    Veja Também