Reunião da Frente dos Servidores define estratégias na luta contra a reforma administrativa

A Frente dos Servidores Públicos do RS (FSP/RS), em reunião realizada nesta sexta-feira (12/2), debateu a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) e o Projeto Mais Brasil, que estão tramitando no Congresso Federal e ameaçam a prestação dos serviços públicos para a população. 

Mais de 30 entidades participaram do encontro virtual e debateram formas de combater os projetos, que representam o maior ataque da história brasileira contra o funcionalismo público de todos os Poderes. 

Um estudo recente apontou que além dos servidores da ativa, os aposentados também podem ser gravemente atingidos pela reforma administrativa. O Sindjus está analisando o parecer e, em breve, vai disponibilizar o conteúdo para os servidores.

Segunda fase da campanha

Os dirigentes das entidades também definiram a segunda etapa da campanha contra à reforma administrativa e a forma de alinhar as ações às campanhas em nível nacional, como o Movimento a Serviço do Brasil, que o Sindjus e outras entidades também integram.

A entidades manifestaram preocupação com a falta de debate dos projeto com sociedade: “Os texto estão apoiando-se em dados falsos e inconsistentes, estudos sem acesso à sociedade e um projeto ideológico, que visa a acabar com a estabilidade dos servidores públicos, que são responsáveis por levarem as políticas públicas à sociedade”, apontou o coordenador-geral do Sindjus, Fabiano Zalazar. 

Durante a reunião também foi debatida a PEC Emergencial (PEC 186/2019), que pretende reduzir em até 25% a jornada de trabalho com redução proporcional de vencimentos dos servidores públicos. “Se a reforma administrativa avançar, quem levará a saúde, a educação, a segurança e a justiça à população? Acabar com a estabilidade do servidor e reduzir o seu salários, deixando de fora os altos cargos, enquanto são mantidos os privilégios do setor financeiro, é uma calamidade”, apontou Zalazar.

O dirigente destacou, ainda, a importância de mobilizar os servidores:  “A categoria precisa acordar para esse debate, bem como a sociedade precisa estar atenta para o que está em jogo com esse pacote de maldades”, finalizou.

Vídeo contra a Reforma Administrativa

Nesta sexta-feira, o Sindjus publicou um vídeo produzido dentro das ações contra a Reforma Administrativa.

O vídeo está disponível no canal do Sindjus (In)Formação no YouTube: http://bit.ly/Sindjus_ReformaAdm