Resultado da enquete: servidores querem 32% na revisão da matriz salaral

Nesta segunda-feira (25/7), o Sindjus divulgou a enquete promovida pelo Sindicato para consultar a categoria sobre “Qual o índice mínimo emergencial aceitável na matriz salarial?”. Entre as pessoas que responderam: 63, 23 % querem que o índice mínimo aceito seja de 32%, para 31,80%, poderia ser 22% e apenas para 4,96% o índice poderia ser de 12%. Agora, o índice precisa ser referendado na Assembleia Geral Extraordinária do dia 29 de julho. ⠀

A ação integra a campanha “Desigualdade: quando ela aumenta, a justiça diminui”, que luta pela revisão da matriz salarial, reajuste das verbas indenizatórias e instalação de uma mesa permanente de negociação.

Com base no estudo elaborado pelo economista Cid Cordeiro, o Tribunal de Justiça possui margem margem fiscal de 32,46% para implantar a revisão da matriz salarial. Saiba mais aqui.

Neste momento a mobilização dos trabalhadores e trabalhadoras é fundamental para avançarmos!

Assembleia Geral Extraordinária
Data: 29 de julho (sexta-feira)
Horário: 14h (1º chamada) / 14h15 (2ª chamada)
Local: Auditório da Fetrafi (Rua Fernando Machado, 820) – Centro Histórico – POA⠀
Veja aqui a convocação: https://bit.ly/convocacao-29jul-contra-desigualdade