Orientações sobre o possível corte de ponto

    Além da assembleia geral da categoria, a próxima terça-feira é também a data do pagamento dos salários dos servidores da justiça. Diante da ameaça iminente do corte de ponto dos servidores em greve pela Administração do Tribunal de Justiça, a direção do Sindjus informa que já está providenciando medidas para enfrentar a questão. Assim, solicitamos a todos os servidores que organizem documentação que comprove o prejuízo que eventualmente poderá ser causado pelo desconto no salário decorrente dos dias paralisados (contracheque, boletos bancários, extratos, guias de pagamento etc). Acreditamos que a questão do corte de ponto, cuja anistia está na pauta de reivindicações do movimento grevista, pressupõe uma negociação franca entre as partes envolvidas, mas a Administração do TJ não deu nenhum retorno concreto ao Sindjus acerca do tema.

    Reforçamos que a greve é um instrumento legítimo de luta dos trabalhadores, assegurado pela Carta Magna e por lei federal específica, e que os servidores terão imensos prejuízos nas suas vidas e de suas família caso haja uma decisão arbitrária. O corte de ponto antecipado é injusto, pois é tema pertinente das negociações que buscam uma composição para o encerramento da greve. O Sindjus informa que buscará todos os meios para assegurar aos servidores o que lhes é de direito.

    A Direção