TERCEIRA PARALISAÇÃO DÁ NOVO RUMO AO MOVIMENTO DOS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO

    Nesta sexta-feira a paralisação das atividades foi por duas horas. Em Planalto a adesão foi de 100% dos trabalhadores, e em São Sepé, 87,5% dos colegas cruzaram os braços. Muitos servidores vestiram o preto, em sinal de luto pelo não atendimento até o momento das reivindicações por parte do TJRS. Os protestos também buscaram chamar a atenção sobre o posicionamento da classe contra a proposta de Reforma da Previdência. Em Cachoeira do Sul as manifestações também tiveram a participação de advogados e colegas do MP. “A categoria atendeu massivamente ao chamamento do sindicato e pela terceira vez paralisou com bastante adesão em diversas comarcas do estado. Recebemos dezenas de fotografias onde se revela a adesão e mobilização dos colegas. Em breves dias vamos convocar uma nova assembleia geral para decidir os rumos do movimento”, afirma o coordenador geral Marco Weber.

    Veja Também