SINDJUS BUSCA APOIO DA OAB NA LUTA CONTRA A EXTINÇÃO DE CARGOS NO JUDICIÁRIO

    A Ordem dos Advogados do Brasil pode ser uma importante aliada na luta contra a extinção de cargos no TJRS. E partindo desse princípio, diretores do SINDJUSRS participaram de importante reunião realizada na tarde desta quarta-feira, 04 de outubro, na sede da OAB-RS. A pauta do encontro foi o PL 93/2017, que extingue os cargos de Oficial Escrevente e de Arquivo. O Coordenador-geral do SINDJUSRS, Marco Aurelio Weber, e os diretores Edson José Busatto e Aguinaldo Martins, foram recebidos pelo Presidente da Comissão de Acompanhamento Legislativo (CEAL), Luciano Medeiros. Medeiros estava acompanhado pelo secretário Rodrigo da Silva Bonzani e pelo membro do Conselho Estadual da Ordem, Dr. Paulo Cesar Garcia Rosado. Marco Aurélio Weber argumentou – “Estão saindo os escrivães e os ajudantes, que hoje comandam os cartórios, e na medida em que extinguirem estes cargos, se abrirá caminho para a terceirização. Isso irá precarizar os serviços oferecidos à população. Queremos que se mantenham os oficiais escreventes nos cargos, por isso viemos aqui buscar o apoio da OAB”. Já o diretor Aguinaldo Martins, por sua vez, falou sobre o trâmite,na Assembleia Legislativa, do PL 93/2017, que após passar pela relatoria encontra-se atualmente na Comissão de Constituição e Justiça – CCJ.
    O representante da CEAL afirmou – “É importante que se traga isso ao conhecimento da OAB. Vamos levar o pleito ao Conselho. A Ordem dos Advogados do Brasil poderá, após análise, construir emenda em defesa dos servidores do judiciário”. Já o membro do Conselho Estadual da OAB, Dr. Paulo Cesar Garcia Rosado, destacou a importância do aval da Ordem nesse projeto, que mexe com a vida dos servidores do judiciário e, consequentemente, com advogados e com a sociedade.
    Ficou acertado que o SINDJUSRS encaminhará mais informações e subsídios para que a OAB se posicione o mais breve possível, e assim, se amplie o debate em torno do PL 93/2017.