Servidores denunciam ao MPT pressão do Tribunal contra a greve

    Diretores do Sindjus/RS e uma comissão de servidores grevistas da comarca de Porto Alegre estiveram nesta sexta-feira (18) no Ministério Público do Trabalho, onde protocolaram ofício ao Procurador Geral da instituição, denunciando tentativas do TJRS de coibir o movimento legítimo dos trabalhadores e solicitando intervenção institucional para garantir o direito da categoria de promover a mobilização.

    Além de fechar as portas ao diálogo, negando-se a receber as representações sindicais da categoria para negociação, a presidência do Tribunal usa o corte de ponto como tentativa de chantagear os trabalhadores que aderiram à greve e estão apenas exercendo seu direito constitucional de reivindicação.

     

    Veja ofício na íntegra: