REAJUSTE DOS SERVIDORES – IGUALDADE DE TRATAMENTO NOS PROJETOS QUE TRAMITAM NA ALRS É REQUERIDA PELO SINDJUSRS AO TJRS

    Que os deputados estaduais se empenhem em aprovar o PL 93/2017, que trata da extinção dos cargos de Oficial Escrevente e de Arquivo. Foi esse o pedido do Presidente do TJRS, Des. Carlos Eduardo Zietlow Duro, no ofício encaminhado ao Deputado Vilmar Zanchin (MDB), que preside a CCJ – Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, na segunda-feira, 6 de agosto.
    Ao tomar hoje conhecimento do fato o Coordenador Geral do SINDJUSRS, Marco Aurelio Ricciardi Weber, reagiu imediatamente. Em documento endereçado ao presidente do TJRS, Weber destacou que o projeto é “rechaçado de forma veemente pela categoria e pelo sindicato”, e reclamou a mesma atenção e empenho do Tribunal de Justiça em pressionar os parlamentares a dar andamento ao projeto de lei que prevê o reajuste dos servidores do judiciário – “já que Vossa Excelência envida esforços pelo PL 93/2017, crendo com firmeza no espírito isonômico e de justiça desse Tribunal, solicita que o mesmo tratamento e as mesmas providências recaiam sobre o PL 218/2017”, frisou o Coordenador Geral do SINDJUSRS.