NOTA DE REPÚDIO

O Sindjus manifesta repúdio pela ação do Tribunal de Justiça de Sergipe, que determinou nesta segunda-feira (13) o corte do auxílio-alimentação dos trabalhadores do Judiciário. É lamentável que os chefes das instituições aproveitem-se de um cenário tão crítico como este, em que uma pandemia assola o mundo, para ferir os direitos dos trabalhadores, quando deveriam fazer justamente o contrário. Neste momento de insegurança, os servidores precisam de suporte, e não de ataques. O contingenciamento de despesas deve morar nos privilégios de quem tem mais, e não deve servir para massacrar a classe trabalhadora.

Defendemos que neste contexto de crise, as instituições de estado precisam adotar medidas sérias e responsáveis, mas é necessário lembrar que o inimigo é o vírus e não o trabalhador.

Nos solidarizamos com os colegas trabalhadores e trabalhadoras da Justiça do estado do Sergipe e nos unimos em protesto contra esta medida cruel e descabida. Apesar de fisicamente distantes, estamos sempre unidos, contra esta e todas as injustiças.

 

A Direção

Sindjus/RS