JUVENTUDE E JUSTIÇA

    O advogado Eduardo Dornelles presta assessoria ao SINDJUSRS e também é professor atuante no Projeto Pescar, iniciativa que busca desenvolver competências pessoais e profissionais de jovens estudantes com vistas à sua inserção, manutenção e ascensão no mundo do trabalho. Na segunda-feira, 06 de agosto, ele acompanhou 11 alunos em uma visita às instalações da Justiça Federal em Porto Alegre. Na oportunidade os estudantes puderam conhecer de perto a rotina da instituição e receber informações sobre suas atribuições e funcionamento. Os jovens foram recepcionados pela juíza federal substituta Mariléia Damiani Brun, da 21ª Vara Federal da capital. A magistrada falou sobre como foi a escolha profissional em seu caso, detalhou o trabalho realizado na unidade e respondeu os questionamentos feitos pelos alunos. Depois eles conheceram os serviços prestados na Central de Atendimento ao Público (CAP) e no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscon), cuja estrutura foi totalmente desenvolvida para facilitar o diálogo e a prática da conciliação. Os participantes puderam acompanhar uma audiência através de videoconferência e encerraram a visita na 26ª Vara Federal da capital, especializada em conciliação. A juíza federal substituta Ana Inés Algorta Latorre conversou com os jovens sobre diferentes temas envolvendo a prática do Direito. A turma que esteve na Justiça Federal é composta por alunos de várias escolas, mas que possuem o mesmo interesse no meio jurídico/administrativo.